Felicidade global e satisfação com a vida em geral dos Portugueses

Quarta, Março 20, 2019 - 16:27

Neste dia Mundial da Felicidade o Observatório da Sociedade Portuguesa da Católica Lisbon School of Business and Economics, junta-se às diversas entidades internacionais no reconhecimento da importância desta celebração. Desde 2015 que este Observatório se dedica à monitorização de diversos indicadores entre os quais se destacam indicadores de felicidade e bem-estar.

Os indicadores gerais de felicidade global, satisfação com a vida no geral e satisfação com atividades diárias foram aferidos diversas vezes, entre outubro de 2015 e novembro de 2018. A escala varia entre 0 e 10 pontos, com valores superiores a indicarem maior presença da característica.

Os resultados obtidos ao longo deste período indicam uma ligeira melhoria dos 3 indicadores entre outubro de 2015 e novembro de 2018. De um modo geral os participantes reportam que se sentem felizes, satisfeitos com a vida, e satisfeitos com as suas atividades diárias (ver figura 1).

Figura 1. Evolução dos valores médios dos indicadores gerais entre outubro de 2015 e novembro de 2018.

Os valores de felicidade obtidos nos estudos do Observatório são consistentes com os reportados no European Quality of Life Survey (EQLS) realizado em 2016, e bastante próximos da média da União Europeia (MPortugal = 7.5 e MUnião Europeia = 7.4 no EQLS 2016, medido numa escala de 1 a 10 pontos).

No EQLS 2016, países como a Finlândia, Dinamarca e Luxemburgo possuem os níveis mais elevados de felicidade, enquanto que Albânia, Grécia e Turquia são os países com níveis mais baixos.

Quanto aos níveis de satisfação com a vida, os valores registados nos estudos do Observatório também são consistentes com a média da União Europeia registada no EQLS 2016 (MPortugal = 6.9 e MUnião Europeia = 7.1 no EQLS 2016, medido numa escala de 1 a 10 pontos). Dinamarca e Finlândia são dos países que registam níveis mais elevados de satisfação com a vida no EQLS 2016, enquanto que Albânia, Grécia e Bulgária são os países com níveis mais baixos.

 

Notícias relacionadas

Out 22 2019
O Prémio “The Sandy Slaughter Early Career Award” atribuído pela Informs – Information Systems Society do Institute for Operations Research and Management Sciences foi entregue no dia 20 de outubro, na Informs Annual Meeting em Seattle, nos Estados...
Out 09 2019
A Professora Isabel Horta Correia, da CATÓLICA-LISBON foi citada num artigo de Kenneth Rogoff, que foi economista-chefe do FMI e é actualmente Professor de Economia e Políticas Públicas na Universidade de Harvard, artigo este divulgado de seguida, no...

Próximos eventos

28
Out
11:00

Católica Lisbon School of Business & Economics

LisboaLisboa1649-023
Portugal
30
Out
17:30

Católica Lisbon School of Business & Economics

LisboaLisboa1649-023
Portugal